O devir caminhará nossos pés

Revista Casa D’Italia, Juiz de Fora, Ano 2, n. 13, 2021 – Fernanda Zeloschi | O devir caminhará nossos pés As montanhas espichavam meu corpo e me achatavam em sequência. Atravessei o mar mineiro com os pés descalços desbravando o caminho. Primeiro o esquerdo, depois o direito. Um imitando nuvem, o outro conversando com asContinuar lendo “O devir caminhará nossos pés”

Esteja atento; isso nos dá olhos para enxergar

Revista Casa D’Italia, Juiz de Fora, Ano 2, n. 13, 2021 – Victória Vieira | Esteja atento; isso nos dá olhos para enxergar Vivíamos tempos da corrida dos ratos. A gincana diária de quem faz mais rápido, quem vence o relógio, uma grande e esquisita competição humana. Então, em Fevereiro/Março de 2020, nos deparamos comContinuar lendo “Esteja atento; isso nos dá olhos para enxergar”

Conselhos de Murilo sobre a experimentação do tempo

Revista Casa D’Italia, Juiz de Fora, Ano 2, n. 13, 2021 – Gyovana Machado | Conselhos de Murilo sobre a experimentação do tempo Alguns irão dizer que, em Murilo Mendes, a ideia de o homem pertencer ao futuro está intimamente ligada a uma perspectiva de eternidade. Dando cabo a esse tipo de reflexão, o autorContinuar lendo “Conselhos de Murilo sobre a experimentação do tempo”

Invisibilidade presente

Revista Casa D’Italia, Juiz de Fora, Ano 2, n. 13, 2021 – Carol Cadinelli | Invisibilidade presente A palavra ‘humano’ não apenas designa a nossa espécie na linguagem cotidiana, como também carrega um outro sentido: o de empatia, de compreensão, de respeito. Todas essas coisas partem do princípio de receber o outro – por faltaContinuar lendo “Invisibilidade presente”

Um vislumbre de tempo futuro

Revista Casa D’Italia, Juiz de Fora, Ano 2, n. 13, 2021 – Paulo Roberto de Almeida | Um vislumbre de tempo futuro E na aurora, armados duma ardente paciência, entraremos nas cidades esplêndidas.– Rimbaud Se o homem é um ser futuro, cabe perguntar como projetarmos nossos seres para o futuro. E, em consequência, quais vínculosContinuar lendo “Um vislumbre de tempo futuro”

ENTREVISTA: Iriê Salomão

Revista Casa D’Italia, Juiz de Fora, Ano 2, n. 12, 2021 – Departamento de Cultura | ENTREVISTA: Iriê Salomão 1 Como nasceu o menino Iriê e como nasceu o Iriê Salomão artista? O que cada um delesenxerga (ou enxergou) pela janela? Eu nasci aqui em Juiz de Fora, no bairro Santa Terezinha. Meu pai eraContinuar lendo “ENTREVISTA: Iriê Salomão”